IBOGAÍNA: Incerteza do amanhã
No ano de 2017 nós do IBTA infelizmente nos deparamos com inumeros casos de pessoas que enquanto transcorriam em negociações para o tratamento do vicio nos surpreenderam com informações tais como:

  • Ele foi preso
  • Ele faleceu
  • Ele suicidou
  • Ele teve over dose

-É muito triste quando estamos conversando com uma pessoa de forma a lhe dar esperança em meio a tanto sofrimento e termos que assumir a dura realidade que é tarde demais.
 
Além dessas situações acima citadas tão recorrentes hoje em dia, devo-lhe alertar quanto a importância sábia e rápida pois as previsões pela alta do dólar,  que segundo alguns economistas passará dos 5,00 (cinco reais), e aos nos lembrar nos de que há menos de 30 dias atras estava aproximadamente 3,30 (três reais e trinta centavos) isto impacta diretamente no custo do tratamento por ibogaina devido esse medicamento ser importado pelos interessados com seu preço atrelado ao dólar.



Acreditamos que essas previsões dos economistas se concretizarem assim  os tratamentos por ibogaina sofreram reajustes superiores a 20%, ou seja, passará dos 9.000,00 (nove mil reais) È por isso que temos recebido um numero cada vez maior de pessoas buscando garantir seus tratamentos para  não terem que pagar  mais pelo mesmo.

Uma última observação que nos preocupa quanto ao futuro da ibogaina no mundo é que este arbusto leva-se até 10 anos para ter na casca de sua raiz princípios ativos - ibogaina de qualidade e com o aumento da demanda devido ao crescimento do vicio no mundo, e devido extração criminosa, de arbustos jovens e de baixa qualidade  existe a possibilidade da extinção  da ibogaina. no mundo. Por isso foi criado o tratado de Nagoya do qual o Brasil faz parte e que visa a preservação da biodiversidade.
O que pode  levar o Brasil a   restringir o acesso a ibogaina.Tendo o risco da extinção da única forma de tratamento realmente eficaz ao combate a adicção.

Nós da família do IBTA nos colocamos a disposição para qualquer duvida,
Voltar
Como convencê-lo(a) a se tratar

Essa é a pergunta que muitos nos fazem ás vezes porque o adicto não acredita  ouás vezes porque não quer.

Em primeiro lugar nossa recomendação é:

Que tente avaliar de forma consciente se a resistencia dele é:- por não acreditar que pode se recuperar da doença, medo de se frustar em mais tentativa diante de tantas já feitas, resistente a ajuda por estar entregue ao vicio....

O segundo passo é entender que pela legislação do nosso país o dependente quimico é considerado imputável ou seja não responde por si mesmo dvido ao fato de sua doença oqeu torna os pais conjugesirmãos etc... responsáveis legais p-ela saúde segurnaça e dignidade do dependente quimico que nesse caso é você o responsável. Tratamendo se ainda de uma doença enquardada no CID 19 é considerada progressiva e fatal, não podemos deixar que alguém imputável e gerando riscos para si e para os outros tome a decisão de se auto destuir sem que seus responsaveis legais façam nada.

Terceiro paswo levando se em consideração o acima citado é assumir a responsabilidade que nos cabe como responsaveis legais, poém dando a ele a opção de escolher portanto pergunte-lhes:

Visto que do jeito qu você e para onde você está indo não dá pra continuar, o que você escolhe.

Tratamento de internação por um periodo aproximado de 6 meses ou se tratar com ibogaina

Nota: ás opções dele uma ou outra, não permita ou considere que ele continue o mesmo comportamento sem escolher umas das opções, até porque você está lidando com uma doença que gera risco de vida

Esperamos através deste artigo lhe ajudado e nos colocamos a sua disposição nesse quesito

Voltar